Histórico

As bases da HESTIA começaram a ser formadas no ano de 1981. Um grupo de jovens se reuniu naquele ano em torno do ideal do respeito ao próximo, ao meio ambiente e do desejo da participação ativa na construção de um país melhor, onde uma sociedade livre e justa crescesse.

Dez anos depois, em 1991, o grupo renovado por outros integrantes da sociedade fundou o Instituto de Campismo Perene. A instituição se tornou um laboratório para debates ambientais e ações sociais.

Em 1998, foi estabelecido que a qualidade de vida de um cidadão e as questões ambientais associadas, poderia ser tratada efetivamente, somente por meio de ações na Educação, na Ciência e na Tecnologia.

O tempo passou e o compromisso com os ideais, forjados ao longo dos anos, não foram esquecidos. Mudanças positivas ocorreram, originadas em uma dinâmica fantástica de sobrevivência e determinação, contribuindo no processo democrático e na organização da sociedade civil. Todos os caminhos levaram para a HESTIA e, por sua vez, a uma proposta institucional voltada fundamentalmente à valorização e integração dos profissionais Cientistas e Pesquisadores, aos estudantes em formação, e aberta e próxima dos cidadãos conscientes e entusiastas dos fins institucionais da HESTIA, com foco no desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação, dedicada na sua base social ao aprimoramento do ensino para motivar Professores e estudantes a pensarem produtos e processos sustentáveis, uteis, inovadores e transferíveis para o mercado, com foco no emprego, na renda e em uma economia estável como fruto de um povo realizado e feliz, vivendo em uma sociedade equalizada nas boas práticas de preservação e desenvolvimento tecnológico.

A HESTIA foi fundada em 10 de abril de 2008, como uma associação independente da visão governamental brasileira. É uma Associação Nacional de integração e valorização dos Cientistas e Pesquisadores, dos Professores e estudantes, e dos cidadãos conscientes e entusiastas dos fins institucionais da HESTIA, nascida na base da sociedade, e, portanto focando e atuando nas necessidades reais para o desenvolvimento das investigações ou pesquisas no Brasil, reconhecendo os esforços e os limites dos colegas integrantes das instituições estatais brasileiras de CT&I.

O significado histórico e simbólico do nome HESTIA

Héstia é uma das doze divindades gregas do Olimpo, equivalente a deusa romana Vesta, que era adorada como uma deusa do estado. Para os gregos era a irmã mais velha de Zeus, Deusa virginal da fogueira doméstica presente em todos os lares gregos, presidindo desta forma sobre a vida doméstica e sobre as coisas privadas.

É a filha mais velha de Cronos e Réia, e considerada uma entre os doze deuses olímpicos mais importantes e a mais gentil dentre todos.

Hestia é representada trajando um longo vestido. É a deusa que nunca abandona o lar, o Olimpo, e jamais se envolve nas brigas e guerras de deuses ou mortais. Ajudou Zeus a tornar-se dono do céu.

A marca Hestia

A logo traz em seu conjunto, ao fundo o mapa mundi, na cor azul claro e a delimitação do mapa do Brasil em amarelo, evidenciando sua conexão com o mundo e seu carácter nacional, em defesa da promoção da Ciência, Tecnologia e Inovação do país e de seus profissionais de investigação ou pesquisa, estudantes, e cidadãos conscientes e entusiastas dos fins institucionais. Sobrepõe, em caixa alta, na fonte Twin, a palavra HESTIA, na cor azul.

Para realizar download da marca e obter o manual de identidade visual, envie e-mail para: san@hestia.org.br.